Na hora de pensar em comprar uma nova Bíblia, sempre temos aquela pergunta: "Mas hoje tem tantas traduções... qual devo comprar?" Para te ajudar a decidir, preparamos esse artigo com as traduções bíblicas mais utilizadas pelas igrejas brasileiras. Tenho certeza de que será muito útil para você.

Primeiro é preciso esclarecer que, independente da tradução (ou versão), na maioria das passagens, o significado do texto não muda, é basicamente o mesmo. A mensagem central das Escrituras permanece intacta. Vejamos, portanto, as diferentes traduções e versões bíblicas. 

 

Traduções de Bíblia

 

1. ARC (Almeida Revista e Corrigida)

ARC é a tradução mais antiga de João Ferreira de Almeida, feita a partir dos manuscritos que dispunha em sua época, no século XVII.

 

2. ACF (Almeida Corrigida Fiel)

A Almeida Corrigida Fiel (ACF) é o texto bíblico oficial da SBTB (Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil), a grande responsável por sua produção em nosso país. Esta tradução tem como base a Almeida Revista e Corrigida e adota os mesmos textos utilizados por Almeida em sua tradução: Texto Massorético Hebraico para o Antigo Testamento e o Textus Receptus (ou Texto Recebido) para o Novo Testamento. Uma informação importante: O Texto Recebido (grego) serviu de base para diversas traduções dos séculos XVI ao XIX, como a Bíblia de Lutero, a Bíblia King James (Rei Thiago) e para a maioria das traduções do Novo Textamento da Reforma Protestante.

Com a publicação de manuscritos mais antigos do Novo Testamento, a maioria das traduções bíblicas adotou os chamados Textos Críticos, estabelecidos através da crítica textual e baseados principalmente nos Códex Sinaiticus e Vaticanus. Este fato gerou controvérsia por parte daqueles que ainda preferem o Textos Receptus

A Almeida Corrigida Fiel foi publicada em 1994 e lançada uma revisão em 2007. Em 2011 foi publicada uma nova edição em conformidade com o Novo Acordo Ortográfico.

Nota-se que algumas palavras da ACF aparecem em itálico. Isso porque foram inseridas com o objetivo de trazer maior clareza. Elas foram adicionadas pelos tradutores, pois entenderam que eram necessárias para completar o sentido de determinados textos.

 

3. ARA (Almeida Revista e Atualizada)

ARA é um texto mais atual, surgiu em 1959, após uma profunda revisão do texto em português à luz dos manuscritos melhor preservados. Com o avanço no achado, recuperação e decifração de manuscritos bíblicos, diferentes especialistas (teólogos, historiadores, arqueólogos) submeteram o texto a análise de ferramentas mais modernas.

Posteriormente, em 1993, passou por uma nova revisão, aprimorando ainda mais o texto bíblico aos textos originais em hebraico, aramaico e grego.

 

4. NVI (Nova Versão Internacional)

Em 1978, foi apresentada ao povo de fala inglesa, uma nova versão da Bíblia, feita pela Sociedade Bíblica Internacional. Traduzida por eruditos, e baseada em padrões lingüísticos exigentes, a Nova Versão Internacional possui uma linguagem moderna, compreensível e bastante acessível ao público.

Nos anos 90 surgiu a versão da Bíblia (NVI) em português. Em solo pátrio ela também passou pelo crivo de especialistas, antes de ser publicada. Acredita-se que a NVI representa a maturidade que a obra bíblica alcançou no Brasil. Além disso, ela simboliza uma nova etapa na história das traduções da Bíblia.

 

5. NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

A NTLH é uma versão popular do texto bíblico. Apesar disso, destacamos que nada se perdeu, tudo se transformou, e a mensagem permanece. Como paráfrase a NTLH é uma tradução livre ou desenvolvida. Neste caso, o que se fez foi usar em português a palavra ou expressão que mais natural e fielmente represente o sentido da palavra ou expressão das línguas originais (hebraico, aramaico ou grego) no contexto em que está sendo usada. Vale enfatizar que ela foi desenvolvida para um público que tem dificuldade de ler textos mais longos, não tem muita familiaridade com a Bíblia ou nunca leu o texto sagrado.

Por que, então, ler a Nova Tradução na Linguagem de Hoje? Para muitos, a resposta é simples: para, pela primeira vez, entender o que a Bíblia diz. Mas a Nova Tradução na Linguagem de Hoje é muito boa para quem quer fazer uma leitura rápida da Bíblia. Especialmente em textos narrativos, que são 75% da Bíblia, a NTLH é imbatível. No caso desta tradução, ler trechos maiores, de forma mais rápida, é ler da forma correta, pois ela foi feita para ser lida exatamente assim.

 

Veja a seguir, um exemplo de versículo bíblico de acordo com as traduções:

Marcos capítulo 1, versículo 2:

- Almeida Revista e Corrigida (ARC)

"Como está escrito no profeta Isaías: Eis que eu envio o meu anjo ante a tua face, o qual preparará o teu caminho diante de ti." 

- Almeida Corrigida Fiel (ACF)

"Como está escrito nos profetas: Eis que eu envio o meu anjo ante a tua face, o qual preparará o teu caminho diante de ti."

- Almeida Revista e Atualizada (ARA)

"Conforme está escrito na profecia de Isaías: Eis aí envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho;"

- Nova Versão Internacional - NVI

"Conforme está escrito no profeta Isaías: "Enviarei à tua frente o meu mensageiro; ele preparará o teu caminho."

- Nova Tradução na Linguagem de Hoje - NTLH

"Como o profeta Isaías tinha escrito. Ele escreveu o seguinte: “Deus disse: Eu enviarei o meu mensageiro adiante de você para preparar o seu caminho.”

 

Se você desejar conhecer as opções de Bíblia que temos na Leitor Gospel, por favor clique aqui.

Espero que você tenha sido abençoado com essa publicação. Se foi, faça  um comentário abaixo e diga-nos qual sua tradução bíblica favorita.

Fonte: http://www.ultimato.com.br/conteudo/a-nova-traducao-na-linguagem-de-hoje-e-confiavel